domingo, 6 de abril de 2008

Fome sob Controle

Saiu na edição de Março/08 da Revista Boa Forma uma matéria sobre produtos que ajudam no emagrecimento através da redução do apetite, queima de gordura corporal e bloqueio dos carboidratos.

A novidade fica por conta da Caralluma fimbriata, um cactus suculento e comestível que pertence à família Asciepiadceae, também conhecido como um alimento para fome e supressor do apetite e da sede entre as populações tribais. Acredita-se que bloqueia a atividade de várias enzimas que formam blocos de gordura, forçando reservas gordurosas a serem queimadas, além de agir no mecanismo de controle de apetite do cérebro. Até agora não há relatos de nenhum efeito adverso ao usar a planta, que também não tem nenhuma toxicidade conhecida. Porém, pessoas com qualquer problema de saúde, gravidez ou amamentação, devem consultar seu médico antes de consumir o produto.

Na Índia, a Caralluma fimbriata, cresce de forma selvagem e é também plantado como arbusto ao longo de rodovias e como divisa de jardins. É ingerida de várias formas na Índia, podendo ser cozido como um vegetal normal, com sal e pimenta; ou até mesmo comido cru. Em algumas tribos da Índia mastiga-se os talos da planta para suprimir o apetite em dias de caça.

O mecanismo de ação proposto para SUPRESSÃO DO APETITE é que a Caralluma fimbriata parece “enganar o cérebro”, mandando ao hipotálamo uma mensagem de estômago cheio, mesmo quando a pessoa ainda não se alimentou. Acredita-se que certos glicosídeos da Caralluma fimbriata, que simulam a ação do neuropeptídio Y, que, presente naturalmente no nosso cérebro, é responsável pelo aumento da saciedade, inibam o mecanismo sensorial da fome no hipotálamo.

No caso da QUEIMA DE GORDURA CORPORAL outros glicosídeos que a planta possui bloqueiam a ação da enzima Citrato liase. Pelo bloqueio desta enzima, a Caralluma fimbriata bloqueia a produção de gordura. Além disso, bloqueia outra enzima chamada Malonil Coenzima A inativando ainda a formação de gordura pelo organismo, e por esta razão, o mesmo é obrigado a queimar as reservas existentes.
A dose recomendada é de 500mg do extrato 30 minutos antes das principais refeições.

Para o resultado na balança aparecer, você também precisa fazer sua parte: se desintoxicar, manter-se ativo, fazer da refeição um momento de prazer, assumir a responsabilidade pela sua nutrição e descobrir novos meios de lidar com as tensões do dia-a-dia.

Uma opção também é a associação da Caralluma com FASEOLAMINA, um fitoterápico extraído do feijão branco que atua na queima dos carboidratos e melhora o funcionamento do intestino por aumentar o volume das fezes. E o CITRUS AURANTIUM, extraído da laranja amarga, acelera o metabolismo, promovendo um gasto maior de calorias, consequentemente um aumento na queima das gorduras. Melhora o processo digestivo atuando também como desintoxicante do fígado.

Há inúmeras doenças associadas à obesidade nas quais o excesso de peso atua como fator de risco, aumentando a incidência das mesmas, sua gravidade e mortalidade. Apresentamos aqui algumas opções naturais que podem ser usadas em substituição a drogas sintéticas com resultados bastante satisfatórios para quem necessita, por um motivo ou por outro, conseguir perder peso, sem prejudicar a sua saúde.

Na Dermacare você encontra todos estes fitoterápicos e pode contar ainda com a qualidade e a segurança de sempre, além da orientação de suas farmacêuticas: Anelise Schenkel e Cleonice Gama.

Um comentário:

Juliana disse...

Ola, excelentes informacoes parabens eu adquiri o citrus aurantium pelo www.citrusaurantium.com.br e gostaria de saber opnioes do pessoal que já utilizou também. obrigada